Estado de Minas | ABMES

 em ABMES, Educação

A repórter Junia Oiveira, do jornal Estado de Minas, entrevistou o diretor presidente da da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior, Celso Niskier, sobre o “ensino híbrido: o formato que veio para ficar”. Para ele, não há dúvidas de que essa aceleração será uma obrigação no pós-pandemia. “A pandemia acelerou a expansão da tecnologia da educação. O ensino híbrido não começou agora. Houve uma aceleração cultural e as pessoas perceberam que funciona”, afirma Celso.  Para ler a íntegra da matéria, clique aqui.

Posts recentes
Entre em contato

SHN Quadra 06, Bloco E, Sala 1707 a 1710, Complexo Brasil 21. Asa Sul, Brasília - DF, CE: 70.322-915. (61) 3547-3060