ESTADÃO | FENEP

 em Coronavírus, Educação, FENEP

O presidente da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), Ademar Batista Pereira, conversou como Estadão na última sexta-feira (14) sobre o pacote de medidas de socorro ao setor educacional, que prevê linha de crédito de R$ 40 bilhões, além de benefícios diretos que representariam gastos de R$ 13 bilhões aos cofres públicos. Para Ademar, falta “sensibilidade” do governo. “A escola privada desonera o Estado. A ajuda de R$ 40 bilhões é quase nada.” Leia a íntegra da matéria aqui.

 

Posts recentes
Entre em contato

SHN Quadra 06, Bloco E, Sala 1707 a 1710, Complexo Brasil 21. Asa Sul, Brasília - DF, CE: 70.322-915. (61) 3547-3060