em Saúde

Gostar mais de café do que de refrigerante é uma questão que vai além do sabor. É o que aponta uma pesquisa realizada por cientistas americanos apontando que a preferência do gosto também está relacionada ao DNA humano e às compensações desencadeadas por ela. Para explicar os resultados do experimento científico, nossa médica geneticista da FertilCare, Dra. Graziela Paronetto, conversou com o Correio Braziliense, veja: clique aqui.

Correio Braziliense - Dra. Graciele Paronetto FertilCare - 03-05-2019

Posts recentes