em Saúde

As crianças enxergam o mundo de forma diferente, mas essa prática não se limita apenas à imaginação. Segundo estudo da Universidade Stanford, nos EUA, e publicado na revista científica Nature Communications, o hábito pode ajudar a tratar a dislexia dos pequenos, ligada à compreensão de palavras. Correio Braziliense conversou com a nossa neurologista do Hospital Santa Lúcia, Dra. Cláudia Barata Ribeiro, para comentar os resultados do estudo. Veja!

Correio Braziliense - Dra. Cláudia Barata Ribeiro HSLS - 31-07-2018

Posts recentes