em Saúde

Correio Braziliense entrevistou a médica neurologista do Hospital Santa Lúcia Sul, Dra. Thaís Augusta Martins, para comentar os resultados do experimento científico dos pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) apontando que as sequelas do vírus da zika podem persistir durante a fase adulta do paciente, provocando convulsões e deficit cognitivo. A reportagem foi publicada no caderno Ciência & Saúde da edição de hoje (07). Veja!

Correio Braziliense - Dra. Thaís Augusta Martins - 07-06-2018

Posts recentes