em Saúde
Metrópoles entrevistou nosso médico ginecologista do Hospital Santa Lúcia, João Serafim Neto, sobre violência durante a gravidez. O portal alertou que uma mulher grávida é alvo de violência no DF a cada 32 horas. O especialista pediu atenção redobrada com as vítimas, episódios de agressão podem levar a um quadro de depressão, síndrome do pânico ou depressão pós-parto. Veja aqui!

1Metrópoles - Dr. João Serafim Neto HSL - 26-06-2017

Posts recentes